Pesquisa Eleitoral para Presidente 2018


Pesquisa Eleitoral - DataPoder360 (junho/2018)

No cenário da pesquisa estimulada somente com candidatos com percentuais acima de 5%, Jair Bolsonaro aparece em primeiro com 21% das intenções de voto, seguido por Ciro Gomes com 13%.

CandidatoIntenções de Voto
Jair Bolsonaro (PSL)21%
Ciro Gomes (PDT)13%
Geraldo Alckmin (PSDB)8%
Marina Silva (REDE)7%
Fernando Haddad (PT)6%
Alvaro Dias (PODEMOS)5%
Branco/nulo31%
Não sabe/não respondeu9%

Cenário com 15 candidatos

O Instituto também testou um cenário mais completo com os nomes de 15 possíveis candidatos.

CandidatoIntenções de Voto
Jair Bolsonaro (PSL)18%
Ciro Gomes (PDT)12%
Marina Silva (REDE)7%
Geraldo Alckmin (PSDB)7%
Fernando Haddad (PT)5%
Alvaro Dias (PODEMOS)4%
Manuela D`Ávila (PCdoB)2%
Fernando Collor (PTC)1%
Henrique Meirelles (MDB)1%
Rodrigo Maia (DEM)1%
Flávio Rocha (PRB)1%
Guilherme Afif (PSD)0%
Guilherme Boulos (PSOL)0%
João Amoêdo (NOVO)0%
Paulo Rabello de Castro (PSC)0%
Branco/nulo29%
Não sabe/não respondeu13%

Potencial de voto em Lula

O Instituto também testou o potencial de voto em Lula, caso ele fosse candidato à presidência.

62% dos entrevistados respondeu que não votaria em Lula de jeito nenhum, 24% votariam com certeza, 11% disseram que poderiam votar e 3% não soube responder.

Dados da pesquisa

A pesquisa foi feita entre os dias 25 e 29 de junho de 2018. Foram ouvidos 5500 eleitores em 229 cidades de todas as regiões do país. A margem de erro é de até 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Pesquisa realizada pelo Instituto DataPoder360, registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o protocolo BR-05297/2018.

Pesquisa Eleitoral - Ibope (junho/2018)

A mais recente pesquisa eleitoral para presidente da República mostrou Jair Bolsonaro em primeiro com 17% das intenções de voto, seguido por Marina Silva com 13%.

CandidatoIntenções de Voto
Jair Bolsonaro (PSL)17%
Marina Silva (REDE)13%
Ciro Gomes (PDT)8%
Geraldo Alckmin (PSDB)6%
Alvaro Dias (PODEMOS)3%
Fernando Collor (PTC)2%
Fernando Haddad (PT)2%
Outros candidatos*1% cada
Outros candidatos**menos de 1% cada
Branco/nulo33%
Não sabe/não respondeu8%

*Manuela D'Ávila (PCdoB), Rodrigo Maia (DEM), Flávio Rocha (PRB), Guilherme Boulos (PSOL), Henrique Meirelles (MDB), João Amoêdo (Novo), João Goulart Filho (PPL) e Levy Fidelix (PRTB).

**Aldo Rebelo (SDD), Paulo Rabello de Castro (PSC), Guilherme Afif (PSD) e Valéria Monteiro (PMN).

Com Lula

Na simulação deste cenário Lula tem 33% das intenções de voto, seguido por Jair Bolsonaro com 15%.

Marina teve 7%, Ciro Gomes e Geraldo Alckmin tiveram 4% cada e Alvaro Dias ficou com 2%.

Fernando Collor, Flávio Rocha, João Amoêdo, João Goulart Filho, Levy Fidelix e Manuela D'Ávila tiveram 1% cada um.

Aldo Rebelo, Guilherme Afif, Guilherme Boulos, Henrique Meirelles, Paulo Rabello de Castro, Rodrigo Maia e Valéria Monteiro tiveram menos de 1% cada.

22% dos eleitores disse que votaria nulo ou em branco e 6% não respondeu.

Pesquisa espontânea

Neste cenário Lula tem 21% e Jair Bolsonaro tem 11%.

Marina Silva e Ciro Gomes tiveram 2% cada um e Álvaro Dias, Geraldo Alckmin e João Amôedo ficaram com 1% cada. Outros candidatos foram citados por 3% dos eleitores.

31% dos entrevistados disse que votaria nulo ou em branco e 28% não soube responder.

Rejeição

A pesquisa do índice de rejeição aos candidatos apontou Fernando Collor e Jair Bolsonaro como os mais rejeitados por 32% dos eleitores, seguidos por Lula que é rejeitado por 31%.

Geraldo Alckmin é rejeitado por 22%, Ciro Gomes e Marina por 18%, Rodrigo Maia por 13%, Fernando Haddad por 12% e Henrique Meirelles por 11%. Levy Fidelix é rejeitado por 10% e Aldo Rebello, Alvaro Dias, Flávio Rocha, Guilherme Boulos, João Goulart Filho e Manuela D`Ávila por 9% cada um.

João Amoêdo, Guilherme Afif, Paulo Rabello de Castro e Valéria Monteiro foram rejeitados por 8% dos eleitores.

Dados da pesquisa

A pesquisa foi feita entre os dias 21 e 24 de junho de 2018. Foram entrevistados 2000 eleitores em 128 cidades. A margem de erro considerada é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Pesquisa realizada pelo Instituto Ibope, registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o número BR-02265/2018.

Pesquisa Eleitoral - Ipespe (junho/2018)

Na pesquisa espontânea para presidente da República o candidato Jair Bolsonaro aparece em primeiro lugar com 13% das intenções de voto dos eleitores, seguido por Lula com 12%.

CandidatoIntenções de Voto
Jair Bolsonaro (PSL)13%
Lula (PT)12%
Geraldo Alckmin (PSDB)2%
Ciro Gomes (PDT)2%
Marina Silva (REDE)1%
Alvaro Dias (PODEMOS)1%
João Amoêdo (NOVO)1%
Henrique Meirelles (MDB)1%
Outros candidatos1%
Não sabe/não respondeu37%
Nenhum/branco/nulo28%

Sem candidatos do PT

Neste cenário Jair Bolsonaro tem 22% das intenções de voto, Marina Silva tem 13%, Ciro Gomes tem 11% e Geraldo Alckmin tem 8%.

Alvaro Dias ficou com 6%, Manuela D`Ávila e Henrique Meirelles com 2% e Guilherme Boulos e Flávio Rocha com 1% cada um.

29% dos entrevistados disse que votaria nulo ou em branco, 3% não sabe em quem votar e 2% não respondeu.

Com Fernando Haddad

Neste cenário Jair Bolsonaro ficou em primeiro com 21%, seguido por Marina Silva com 13%, Ciro Gomes com 10% e Geraldo Alckmin com 8%.

Alvaro dias teve 6% e Henrique Meirelles, Manuela D`Ávila e Fernando Haddad tiveram 2% cada um. Flávio Rocha e Guilherme Boulos tiveram 1% cada um.

27% dos eleitores respondeu que votaria nulo ou em branco, 4% não respondeu e 2% não sabe em quem vai votar.

Com Lula

Neste cenário Lula ficou em primeiro com 29%, seguido por Jair Bolsonaro com 19% e Marina Silva com 10%.

Geraldo Alckmin ficou com 7%, Ciro Gomes e Alvaro Dias com 6% cada um, Henrique Meirelles com 2% e João Amoêdo e Manuela D`Ávila com 1% cada. Guilherme Boulos ficou com 0%.

16% dos eleitores respondeu que votaria em branco ou nulo e 2% não respondeu. 

Fernando Haddad apoiado por Lula

Na simulação deste cenário Jair Bolsonaro ficou 20%, Fernando Haddad com 11%, Marina Silva com 10%, Ciro Gomes com 9% e Geraldo Alckmin com 8%.

Alvaro Dias ficou com 6%, Henrique Meirelles com 2%, Flávio Rocha e Guilherme Boulos com 1% cada e Manuela D`Ávila com 0%.

19% dos eleitores respondeu que votaria nulo ou em branco, 10% não respondeu e 2% não sabe em quem votar.

Segundo turno

Em um segundo turno entre Geraldo Alckmin e Fernando Haddad, Alckmin seria eleito com 29% dos votos e Haddad teria 19%. 40% dos eleitores votaria nulo ou em branco e 6% não respondeu.

Em uma disputa entre Lula e Jair Bolsonaro, Lula seria eleito com 42% dos votos e Bolsonaro teria 34%. Votos brancos e nulos seriam 22% e 2% dos eleitores não respondeu.

Se o segundo turno fosse entre Jair Bolsonaro e Geraldo Alckmin, Bolsonaro seria eleito com 33% dos votos e Alckmin receberia 31%. Votos nulos e brancos seriam 30% e eleitores indecisos seriam 5%.

Se a disputa fosse entre Marina Silva e Jair Bolsonaro, Marina teria 38% dos votos e Bolsonaro teria 34%. 25% dos eleitores disse que votaria nulo ou em branco e 3% não respondeu.

Em um segundo turno entre Geraldo Alckmin e Ciro Gomes, Alckmin receberia 31% dos votos e Ciro receberia 30%. Votos brancos e nulos seriam 36% e 3% dos eleitores não soube responder.

Em uma disputa entre Jair Bolsonaro e Ciro Gomes, Bolsonaro teria 34% dos votos e Ciro teria 33%. Votos brancos e nulos somariam 27% e os eleitores indecisos seriam 7%.

Rejeição

A pesquisa do índice de rejeição aos candidatos apontou Geraldo Alckmin e Lula como os mais rejeitados por 60% dos eleitores. 

A seguir aparecem como mais rejeitados: Marina Silva e Fernando Haddad por 57%, Ciro Gomes por 56%, Henrique Meirelles por 55% e Jair Bolsonaro por 52%.

Manuela D`Ávila é rejeitada por 43% dos eleitores, Alvaro Dias e Guilherme Boulos por 41%, Flávio Rocha por 36% e João Amoêdo por 34%.

Dados da pesquisa

A pesquisa foi feita entre os dias 11 e 13 de junho de 2018. Foram ouvidos 1000 eleitores em todas regiões do país. A margem de erro considerada é de 3,2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Pesquisa realizada pelo Ipespe, registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o número BR-07273/2018.

Pesquisa Eleitoral - Datafolha (junho/2018)

A mais recente pesquisa para o cargo de presidente da República apontou Lula com 30% das intenções de voto dos eleitores, seguido por Jair Bolsonaro com 17% da preferência.

CandidatoIntenções de Voto
Lula (PT)30%
Jair Bolsonaro (PSL)17%
Marina Silva (REDE)10%
Geraldo Alckmin (PSDB)6%
Ciro Gomes (PDT)6%
Alvaro Dias (PODEMOS)4%
Manuela D`Ávila (PCdoB)entre 1% e 2%
Rodrigo Maia (DEM)entre 1% e 2%
Aldo Rebelo (SDD)entre 0% e 1%
Fernando Collor (PTC)entre 0% e 1%
Flávio Rocha (PRB)entre 0% e 1%
Guilherme Afif Domingos (PSD)entre 0% e 1%
Guilherme Boulos (PSOL)entre 0% e 1%
Henrique Meirelles (MDB)entre 0% e 1%
João Amoêdo (NOVO)entre 0% e 1%
João Goulart Filho (PPL)entre 0% e 1%
Josué Alencar (PR)entre 0% e 1%
Levy Fidelix (PRTB)entre 0% e 1%
Paulo Rabello de Castro (PSC)não atinge 1%
Sem candidato21%

Veja a comparação dos números dos primeiros colocados nas últimas pesquisas Datafolha.

pesquisa datafolha

Fernando Haddad no lugar de Lula

Na simulação deste cenário, Jair Bolsonaro fica em primeiro com 19%, seguido por Marina Silva com 15%.

A seguir Ciro Gomes tem 10%, Geraldo Alckmin tem 7%, Alvaro Dias tem 4% e Fernando Haddad tem 1%.

33% dos entrevistados respondeu que ainda não têm candidato.

Jaques Wagner no lugar de Lula

Neste cenário Jair Bolsonaro ficou com 19%, seguido por Marina Silva com 14%.

Ciro Gomes ficou com 10%, Geraldo Alckmin com 7%, Alvaro Dias com 4% e Jaques Wagner com 1%.

33% dos eleitores respondeu que não têm candidato.

Sem candidatos do PT

Na simulação deste cenário Jair Bolsonaro ficou em primeiro com 19%, seguido por Marina Silva com 15%.

Ciro Gomes fica com 11%, Geraldo Alckmin com 7% e Alvaro Dias com 4%.

34% dos entrevistados respondeu que ainda não têm candidato.

Segundo turno

Em um segundo turno entre Lula e Jair Bolsonaro, Lula teria 49% dos votos e Bolsonaro teria 32%. 17% dos eleitores votaria em branco ou nulo e 1% não sabe em quem votaria.

Entre Lula e Geraldo Alckmin, Lula teria 49% dos votos e Alckmin teria 27%. Votos brancos e nulos seriam 22% e eleitores indecisos seriam 1%.

Em uma disputa entre Lula e Marina Silva, Lula receberia 46% dos votos e Marina 31%. Votos nulos e brancos seriam 21% e indecisos seriam 1%.

Em um segundo turno entre Geraldo Alckmin e Fernando Haddad, Alckmin teria 36% dos votos e Haddad teria 20%. Votos brancos e nulos seriam 40% e os eleitores indecisos seriam 4%.

Entre Jair Bolsonaro e Fernando Haddad, Bolsonaro teria 36% dos votos e Haddad teria 27%. 34% dos eleitores votaria nulo ou em branco e 3% não soube responder.

Na disputa entre Ciro Gomes e Fernando Haddad, Ciro recebria 38% dos votos e Haddad receberia 19%. 38% dos eleitores votaria em branco ou nulo e 4% não respondeu.

Em uma disputa entre Ciro Gomes e Geraldo Alckmin, Ciro teria 32% dos votos e Alckmin teria 31%. Votos brancos e nulos seriam 34% e eleitores indecisos seriam 3%.

Em um segundo turno entre Marina Silva e Geraldo Alckmin, Marina receberia 42% dos votos e Alckmin receberia 27%. 29% dos entrevistados votaria em branco ou nulo e 2% não soube responder.

Entre Geraldo Alckmin e Jair Bolsonaro, Alckmin e Bolsonaro ficariam empatados com 33% dos votos cada um. 32% dos eleitores disse que votaria em branco ou nulo e 3% não sabe em quem votaria.

Se o segundo turno fosse entre Marina Silva e Jair Bolsonaro, Marina receberia 42% dos votos e Bolsonaro receberia 32%. 24% dos eleitores votaria em branco ou nulo e 2% não soube responder.

Na disputa entre Ciro Gomes e Jair Bolsonaro, Ciro receberia 36% dos votos e Bolsonaro receberia 34%. Votos brancos e nulos seriam 28% e 3% dos eleitores não soube responder.

Se a disputa fosse entre Marina Silva e Ciro Gomes, Marina teria 41% dos votos e Ciro teria 29%. Votos em branco ou nulo seriam 28% e os eleitores indecisos seriam 2%.

Dados da pesquisa

Pesquisa feita nos dias 06 e 07 de junho de 2018. Foram entrevistadas 2824 pessoas em 174 cidades em todos os estados do país. A margem de erro considerada é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

A pesquisa foi realizada pelo Instituto Datafolha e foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o númeto BR-05110/2018.

Pesquisa Eleitoral - XP Investimentos (junho/2018)

A pesquisa espontânea para o cargo de presidente da República mostrou Jair Bolsonaro e Lula empatados com 14% das intenções de voto cada um.

CandidatoIntenção de Voto
Jair Bolsonaro (PSL)14%
Lula (PT)14%
Ciro Gomes (PDT)2%
Alvaro Dias (PODEMOS)2%
Geraldo Alckmin (PSDB)2%
Marina Silva (REDE)1%
Outros2%
Não sabe/não respondeu37%
Branco/nulo25%

Sem candidatos do PT

Nesta situação Jair Bolsonaro ficaria com 23%, seguido por Marina Silva com 13% e Ciro Gomes com 11%.

A seguir Geraldo Alckmin tem 9%, Alvaro Dias tem 7%, Manuela D`Ávila tem 2% e Guilherme Boulos e Henrique Meirelles têm 1% cada. Flávio Rocha ficou com 0%. 

2% dos entrevistados disse que não sabe em quem votaria e 30% votariam em branco ou nulo.

Com Fernando Haddad

Na simulação desse cenário Jair Bolsonaro teria 22% das intenções de voto, seguido por Marina Silva com 13% e Ciro Gomes com 11%. 

Geraldo Alckmin ficou com 8%, Alvaro Dias com 6% e Fernando Haddad com 3%. Henrique Meirelles, Manuela D`Ávila e Guilherme Boulos ficaram com 2% cada. Flávio Rocha ficou com 0%. 

27%  dos eleitores votaria nulo ou em branco e 3% não soube responder. 

Com Lula

Nesta simulação Lula teria 30% das intenções de voto e Jair Bolsonaro teria 20%.

Marina Silva ficou com 10%, Geraldo Alckmin com 7%, Ciro Gomes com 6% e Alvaro Dias com 5%. Henrique Meirelles e João Amoêdo ficaram com 2% cada e Manuela D`Ávila e Guilherme Boulos com 1%.

1% dos eleitores não soube responder e 15% disse que votaria em branco ou nulo.

Haddad com apoio de Lula

Na simulação desse cenário Jair Bolsonaro tem 21% das intenções de voto, seguido por Fernando Haddad e Marina Silva com 11% cada um.

Ciro Gomes ficou com 9%, Geraldo Alckmin com 8% e Alvaro Dias com 6%. Henrique Meirelles e Manuela D`Ávila ficaram com 2% e Guilherme Boulos e Flávio Rocha com 1% cada.

25% dos entrevistados respondeu que votaria nulo ou em branco e 2% não sabe em quem votaria.

Segundo turno

Na disputa entre Geraldo Alckmin e Fernando Haddad, Alckmin se elegeria com 30% dos votos e Haddad receberia 20%. Votos brancos e nulos seriam 41% e os eleitores indecisos seriam 7%.

Na disputa entre Lula e Jair Bolsonaro, Lula seria eleito com 40% dos votos e Bolsonaro receberia 35%. 24% dos eleitores votaria em branco ou nulo e 2% não soube responder.

Entre Jair Bolsonaro e Geraldo Alckmin, Bolsonaro ficaria com 34% dos votos e Alckmin com 29%. Os votos brancos ou nulos seriam 34% e os eleitores indecisos seriam 3%.

Em uma disputa entre Marina Silva e Jair Bolsonaro, Marina teria 36% dos votos e Bolsonaro teria 35%. 28% dos eleitores votaria em branco ou nulo e 1% não sabe em quem votaria.

Entre Ciro Gomes e Geraldo Alckmin, Ciro teria 32% dos votos e Alckmin receberia 29%. 38% dos eleitores disse que votaria em branco ou nulo e 2% não soube responder.

Entre Jair Bolsonaro e Ciro Gomes, Bolsonaro seria eleito com 35% dos votos e Ciro teria 33%. 29% dos eleitores votaria nulo ou em branco e 2% não soube responder.

Rejeição

A pesquisa sobre a rejeição aos candidatos mostra Marina Silva e Lula como os mais rejeitados por 60% dos eleitores. A seguir Geraldo Alckmin, Fernando Haddad e Henrique Meirelles aparecem com 59% cada um.

Ciro Gomes foi rejeitado por 58% dos entrevistados e Jair Bolsonaro por 54%. Manuela D´Ávila é rejeitada por 48% dos eleitores, Alvaro Dias por 47%, Flávio Rocha e Guilherme Boulos por 44% e João Amoêdo por 42%.  

Dados das pesquisa

Pesquisa realizada entre os dias 04 e 06 de junho de 2018, foram entrevistados 1000 eleitores. A margem de erro considerada é de 3,2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Pesquisa feita por XP Investimentos, registrada no Tribunal Superior Eleitoral com os números BR-05699/2018, BR-05997/2018 e BR-09600/2018.

Pesquisa Eleitoral - DataPoder360 (maio/2018)

A mais recente pesquisa publicada para eleição do presidente da República apontou Jair Bolsonaro em primeiro lugar com 25% das intenções de voto, seguido por Ciro Gomes com 12%.

CandidatoIntenção de Voto
Jair Bolsonaro (PSL)25%
Ciro Gomes (PDT)12%
Fernando Haddad (PT)8%
Geraldo Alckmin (PSDB)7%
Alvaro Dias (PODEMOS)6%
Marina Silva (REDE)6%
Branco/nulo28%
Não sabe/não respondeu8%

Com João Doria, sem Geraldo Alckmin

Na simulação desse cenário Jair Bolsonaro ficou com 22% das intenções de voto e Ciro Gomes ficou com 12%. A seguir aparece Fernando Haddad com 8%, Marina Silva com 7% e João Doria e Alvaro Dias com 6% cada um.

29% dos eleitores indicou que votaria em branco ou nulo e 11% não sabe ou não respondeu.

Simulação com 15 candidatos

O Instituto também testou um cenário mais completo com os nomes de 15 possíveis candidatos.

CandidatoIntenção de Voto
Jair Bolsonaro (PSL)21%
Ciro Gomes (PDT)11%
Marina Silva (REDE)7%
Fernando Haddad (PT)6%
Geraldo Alckmin (PSDB)6%
Alvaro Dias (PODEMOS)5%
Manuela D`Ávila (PCdoB)2%
Fernando Collor (PTC)1%
Flávio Rocha (PRB)1%
Henrique Meirelles (MDB)1%
Rodrigo Maia (DEM)1%
Afif Domingos (PSD)0%
Guilherme Boulos (PSOL)0%
João Amoêdo (NOVO)0%
Paulo Rabello de Castro (PSC)0%
Branco/nulo27%
Não sabe/não respondeu12%

Segundo turno

Na simulação de uma disputa entre Jair Bolsonaro e Ciro Gomes, Bolsonaro seria eleito com 34% dos votos e Ciro ficaria com 21%. Votos brancos e nulos seriam 39% e indecisos seriam 6%.

Na disputa entre Jair Bolsonaro e Marina Silva, Bolsonaro ficaria com 35% e Marina com 25%. 36% dos eleitores votaria em branco ou nulo 5% não soube responder.

Entre Jair Bolsonaro e Fernando Haddad, Bolsonaro se elegeria com 35% e Haddad ficaria com 20%. 39% dos eleitores respondeu que votaria nulo ou em branco e 6% não soube responder.

Em um segundo turno entre Jair Bolsonaro e Geraldo Alckmin, Bolsonaro teria 31% dos votos e Alckmin teria 20%. 39% dos eleitores votaria em branco ou nulo e 9% não soube dizer em quem votaria. 

Dados da pesquisa

A pesquisa foi feita entre os dias 25 e 31 de maio de 2018. Foram entrevistadas 10500 pessoas em 349 cidades de todas regiões do país. A margem de erro considerada é de 1,8 ponto percentual para mais ou para menos.

Pesquisa realizada pelo DataPoder360, registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o número BR-09186/2018.

Pesquisa Eleitoral - Ipespe (maio/2018)

A pesquisa espontânea para o cargo de presidente da República mostra Jair Bolsonaro em primeiro lugar com 13% das intenções de voto dos eleitores, seguido por Lula com 11%.

CandidatoIntenção de Voto
Jair Bolsonaro (PSL)13%
Lula (PT)11%
Geraldo Alckmin (PSDB)3%
Ciro Gomes (PDT)2%
Marina Silva (REDE)2%
Alvaro Dias (PODEMOS)1%
João Amoêdo (NOVO)0%
Guilherme Boulos (PSOL)0%
Fernando Haddad (PT)0%
Flávio Rocha (PRB)0%
Manuela D`Ávila (PCdoB) 0%
Michel Temer (MDB)0%
Nenhum/branco/nulo33%
Não sabe32%
Não respondeu2%

Sem candidatos do PT

Na simulação deste cenário Bolsonaro teria 24% das intenções de voto, Marina teria 13%, Ciro Gomes 10% e Geraldo Alckmin 9%.

Alvaro Dias ficaria com 5%, Manuela D`Ávila com 2% e Henrique Meirelles e Guilherme Boulos com 1% cada um. Flávio Rocha ficou com 0%.

28% dos entrevistados disse que votaria nulo ou em branco, 6% não respondeu e 2% ainda não sabe em quem votar.

Com Fernando Haddad

Nessa simulação Bolsonaro ficaria em primeiro lugar com 24%, seguido por Marina com 14%, Ciro Gomes com 10% e Geraldo Alckmin com 9%.

Fernando Haddad teria 3% dos votos, Henrique Meirelles teria 2% e Manuela D`Ávila e Guilherme Boulos teriam 1% cada. Flávio Rocha ficou com 0%.

26% dos eleitores votaria nulo ou em branco, 5% não respondeu e 1% ainda não sabe em quem votar.

Com Lula

Na simulação desse cenário Lula ficaria em primeiro com 29% das intenções de voto, seguido por Bolsonaro com 24%. Marina e Geraldo Alckmin teriam 9% dos votos cada um.

Ciro Gomes teria 6% e Alvaro Dias 4%. Michel Temer, Guilherme Boulos, Manuela D`Ávila e João Amoêdo teriam 1% cada.

15% dos entrevistados respondeu que votaria em branco ou nulo e 2% não respondeu. 

Segundo turno

Na simulação de um segundo turno entre Jair Bolsonaro e Lula, Bolsonaro ficaria com 37% das intenções de voto e Lula com 35%. 2% dos eleitores não soube responder em quem votaria e 25% disse que votaria em branco ou nulo. 

Na disputa entre Jair Bolsonaro e Geraldo Alckmin, Bolsonaro seria eleito com 34% dos votos e Alckmin ficaria com 29%. Votariam em branco ou nulo 34% dos eleitores e 3% não sabe em quem vai votar ou não respondeu.

Em um segundo turno entre Jair Bolsonaro e Ciro Gomes, Bolsonaro teria 37% dos votos e Ciro teria 29% da preferência dos eleitores. 30% dos entrevistados disse que votaria em branco ou nulo e 4% não soube responder.

Em uma disputa entre Geraldo Alckmin e Ciro Gomes, Alckmin teria 31% dos votos e Ciro teria 27%. 39% dos eleitores respondeu que votaria nulo ou em branco e 4% não respondeu ou não sabe.

Rejeição

A pesquisa do índice de rejeição aos candidatos mostra Michel Temer como o candidato mais rejeitado por 91% dos eleitores. O segundo mais rejeitado é Lula com 60%. 

A seguir aparecem como mais rejeitados: Rodrigo Maia com 57%, Fernando Haddad e Henrique Meirelles com 56%, Marina Silva com 55% e Geraldo Alckmin e Ciro Gomes com 53% cada.

Bolsonaro é rejeitado por 47% dos entrevistados, Alvaro Dias por 45%, Manuela D`Ávila por 44%, Guilherme Boulos por 40%, Flávio Rocha por 39% e João Amoêdo por 35%.

Dados da pesquisa

A pesquisa foi feita entre os dias 15 e 18 de maio e 21 e 23 de maio de 2018. Foram entrevistados 2000 eleitores em todas as regiões do país. A margem de erro considerada é de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Pesquisa realizada pelo Ipespe, registrada no Tribunal Superior Eleitoral com os números BR-09600/2018 e BR-05699/2018.

Pesquisa Eleitoral - MDA Pesquisa (maio/2018)

A pesquisa para a próxima eleição para presidente mostra que na intenção de voto espontânea Lula teria 18,6% da preferência dos eleitores, seguido por Jair Bolsonaro com 12,4%.

CandidatoIntenção de Voto
Lula (PT)18,6%
Jair Bolsonaro (PSL) 12,4%
Ciro Gomes (PDT)1,7%
Marina Silva (REDE)1,3%
Geraldo Alckmin (PSDB)1,2%
Joaquim Barbosa (PSB)1%
Alvaro Dias (PODEMOS) 0,9%
Outros1,8%
Branco/nulo21,4%
Indecisos39,6%

O Instituto MDA Pesquisa também testou 4 cenários de pesquisa estimulada.

Pesquisa com 15 possíveis candidatos

Nessa simulação Lula ficou com 32,4% e Jair Bolsonaro com 16,7%.

Marina Silva teve 7,6% das intenções de voto, Ciro Gomes 5,4%, Geraldo Alckmin 4% e Alvaro Dias 2,5%. Fernando Collor e Michel Temer aparecem com 0,9% e Guilherme Boulos e Manuela D´Ávila com 0,5%.

João Amoêdo e Flávio Rocha tiveram 0,4%, Henrique Meirelles 0,3%, Rodrigo Maia 0,2% e Paulo Rabello de Castro 0,1%.

18 % dos entrevistados disse que votaria em branco ou nulo e 8,7% não sabe.

Sem Lula

Nessa simulação Jair Bolsonaro aparece em primeiro com 18,3%, seguido por Marina Silva com 11,2%.

Ciro Gomes ficou com 9%, Geraldo Alckmin com 5,3%, Alvaro Dias com 3% e Fernando Haddad com 2,3%. Fernando Collor foi escolhido por 1,4%, Manuela D´Ávila por 0,9%, Guilherme Boulos e João Amoêdo por 0,6%.

Henrique Meirelles recebria 0,5% dos votos, Flávio Rocha e Rodrigo Maia 0,4% cada um e Paulo Rabello de Castro 0,1%.

Os votos brancos ou nulos seriam 29,6% os indecisos seriam 16,1%.

Simulações com 5 candidatos

O Instituto também testou 2 cenários com apenas 5 candidatos.

No primeiro Jair Bolsonaro tem 19,7%, Marina Silva 15,1%, Ciro Gomes 11,1%, Geraldo Alckmin 8,1% e Fernando Haddad 3,8%.

30,1% dos eleitores disse que votaria nulo ou em branco e 12% não soube responder.

Em outra simulação com 5 candidatos Jair Bolsonaro ficou com 20,7%, Marina Silva com 16,4%, Ciro Gomes com 12%, Fernando Haddad com 4,4% e Henrique Meirelles com 1,4%.

31,7% dos eleitores votaria em branco ou nulo e 13,4% não sabem em quem vai votar.

Segundo turno

Entre Lula e Geraldo Alckmin, Lula teria 44,9% dos votos e Alckmin teria 19,6%. Votos brancos ou nulos seriam 30% e os eleitores indecisos seriam 5,5%

Na disputa entre Lula e Jair Bolsonaro, Lula seria eleito com 45,7% e Bolsonaro receberia 25,9% dos votos. 23,3% dos eleitores votaria em branco ou nulo e 5,1% não soube responder.

Entre Lula e Henrique Meirelles, Lula teria 47,1% e Meirelles teria 13,3%. 33% dos eleitores disse que votaria em branco ou nulo e 6,6% não sabe.

Em um segundo turno entre Lula e Marina Silva, Lula seria eleito com 44,4% e Marina teria 21%. 29,3% dos eleitores disse que votaria em branco ou nulo e 5,3% não soube responder.

Numa disputa entre Lula e Michel Temer, Lula ficaria com 49% dos votos e Temer com 8,3%. O votos brancos ou nulos seriam 37,3% e 5,4% dos eleitores não sabe em quem votaria.

Entre Jair Bolsonaro e Ciro Gomes, Bolsonaro seria eleito com 28,2% dos votos e Ciro teria 24,2%. 37,8% dos eleitores votaria nulo ou em branco e 9,8% não soube responder.

Entre Jair Bolsonaro e Geraldo Alckmin, Bolsonaro ficaria com 27,8% e Alckmin com 20,2%. Os votos brancos ou nulos seriam 42,5% os indecisos seriam 9,5%.

Em um segundo turno entre Jair Bolsonaro e Fernando Haddad, Bolsonaro teria 31,5% dos votos e Haddad teria 14%. 43,4% dos eleitores votariam em branco ou nulo e 11,1% não soube responder.

Na disputa entre Jair Bolsonaro e Henrique Meirelles, Bolsonaro se elegeria com 30,8% dos votos e Henrique Meirelles teria 11,7%. Votos brancos e nulos seriam 46,3% e os indecisos 11,2%.

Na disputa entre Marina Silva e Jair Bolsonaro, Marina e Bolsonaro empatariam com 27,2% dos votos cada um. 37,8% dos eleitores votaria em branco ou nulo e 7,8% não sabe em quem votaria.

Em uma disputa entre Jair Bolsonaro e Michel Temer, Bolsonaro teria 34,7% dos votos e Temer teria 5,3%. Os votos brancos ou nulos seriam 49,5% os eleitores indecisos seriam 10,5%.

Entre Ciro Gomes e Geraldo Alckmin, Ciro receberia 20,9% dos votos e Alckmin receberia 20,4%. 48,1% dos entrevistados disse que votaria em branco ou nulo e 10,6% não soube responder.

Na disputa entre Geraldo Alckmin e Fernando Haddad, Alckmin se elegeria com 25% dos votos e Haddad receberia 10%. Votos brancos e nulos seriam 53,2% os eleitores indecisos seriam 11,8%.

Entre Marina Silva e Geraldo Alckmin, Marina receberia 26,6% dos votos e Alckmin receberia 18,9%. 46% dos eleitores votaria nulo ou em branco e 8,5% não soube responder.

Entre Ciro Gomes e Henrique Meirelles, Ciro receberia 25,7% dos votos e Meirelles receberia 9%. Votos brancos ou nulos seriam 52,6% e os eleitores indecisos seriam 12,7%.

Na disputa entre Ciro Gomes e Michel Temer, Ciro seria eleito com 30,4% dos votos e Temer receberia 5,6% dos votos. Os votos brancos e nulos somariam 52,9% e 11,1% dos eleitores não soube responder.

Limite de voto

O Instituto também testou o limite de voto dos eleitores para 9 candidatos.

Único candidato que votariaPoderia votarNão votariaNão conhece/não sabe quem é
Ciro Gomes2,9%31,7%46,4%15,3%
Fernando Haddad0,9%15,7%46,1%34,1%
Geraldo Alckmin1,6%30,3%55,9%8,4%
Henrique Meirelles0,2%14,1%48,8%33,5%
Jair Bolsonaro13,1%22,1%52,8%9,3%
Lula25,6%25%46,8%0,6%
Marina Silva4,5%33,1%56,5%2,9%
Michel Temer0,3%7,8%87,8%1,6%
Rodrigo Maia0,1%7%55,6%34,2%

Dados da pesquisa

A pesquisa foi realizada entre os dias 09 e 12 de maio de 2018. Foram feitas 2002 entrevistas em 137 cidades. A margem de erro considerada é de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Pesquisa realizada pelo Instituto MDA Pesquisa, registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o número BR-09430/2018.

Pesquisa Eleitoral - Paraná Pesquisas (maio/2018)

A última pesquisa eleitoral divulgada mostra o candidato Jair Bolsonaro em primeiro lugar, com 20,5% das intenções de voto. A seguir aparece Marina Silva, que foi escolhida por 12% dos eleitores entrevistados.

Candidatos Intenções de Voto
Jair Bolsonaro (PSL)20,5%
Marina Silva (REDE)12%
Joaquim Barbosa (PSB)11%
Ciro Gomes (PDT)9,7%
Geraldo Alckmin (PSDB)8,1%
Alvaro Dias (PODEMOS)5,9%
Fernando Haddad (PT)2,7%
Manuela D`Ávila (PCdoB) 2,1%
Michel Temer (MDB)1,7%
Flávio Rocha (PRB)1%
Outros candidatos*2,9%
Nenhum candidato17,5%
Não sabe/não respondeu4,7%

*Guilherme Boulos (PSOL), Henrique Meirelles (MDB), João Amoêdo (NOVO) e Rodrigo Maia (DEM). Cada um foi citado por menos de 1% dos eleitores.

Com Lula, sem Fernando Haddad

Nessa simulação Lula tem 27,6% das intenções de voto, seguido por Jair Bolsonaro com 19,5% e Joaquim Barbosa com 9,2%. 

A seguir aparece Marina Silva com 7,7%, Geraldo Alckmin com 6,9%, Ciro Gomes com 5,5% e Alvaro Dias com 5,4%. Manuela D`Ávila foi escolhida por 1,2% dos eleitores e Michel Temer por 1,1%.

Outros candidatos (Flávio Rocha, Guilherme Boulos, Henrique Meirelles, João Amoêdo e Rodrigo Maia foram escolhidos por 3% dos eleitores.

9,6% dos entrevistados disse que não votaria em nenhum dos candidatos e 3,2% não soube responder.

Sem Lula, sem Fernando Haddad

Nesse cenário Jair Bolsonaro ficou em primeiro com 20,7% das intenções de voto, seguido por Marina Silva com 13,3%, Joaquim Barbosa com 11,2% e Ciro Gomes com 10,1%.

Geraldo Alckmin foi escolhido por 8,4% dos eleitores e Alvaro Dias por 6,1%. Manuela D`Ávila teve 2,1%, Michel Temer 1,7% e Flávio Rocha 1%.

Outros candidatos (Guilherme Boulos, Henrique Meirelles, João Amoêdo e Rodrigo Maia) foram escolhidos por 3,3% dos eleitores no total.

17,3% dos eleitores disse que não votaria em nenhum dos candidatos listados e 4,7% não sabe em quem votaria.

Intenção de votar em um candidato apoiado pelo ex-presidente Lula

Ao responder essa pergunta 61,2% dos eleitores disse que não votaria em um candidato apoiado pelo ex-presidente e 23,4% disse que votaria.

14,1% dos eleitores disse que depende de quem será o candidato indicado e 1,3% não soube responder.

Qual o candidato o ex-presidente Lula irá apoiar se não concorrer?

Ao responder essa pergunta 15% dos eleitores indicou Marina Silva, 11,8% respondeu Ciro Gomes e 11,5% indicou Fernando Haddad.

4,1% dos eleitores citou Michel Temer, 3,9% Geraldo Alckmin e 3,6% indicou Jair Bolsonaro. 3,3% dos eleitores citou Joaquim Barbosa e 2,9% respondeu Manuela D`Ávila.

6,7% dos eleitores citaram os candidatos Alvaro Dias, Flávio Rocha, Guilherme Boulos, Henrique Meirelles, João Amoêdo e Rodrigo Maia.

30,4% dos eleitores não soube responder a questão e 6,5% respondeu que não haverá apoio a outro candidato.

O ex-presidente Lula conseguirá ser candidato?

63,2% dos eleitores respondeu que não e 32,7% respondeu que sim.

4,1% dos eleitores não sabe ou não respondeu à pergunta.

Dados da pesquisa

A pesquisa foi realizada entre os dias 27 de abril e 02 de maio de 2018. Foram entrevistados 2002 eleitores em 154 cidades. A margem de erro considerada é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Pesquisa realizada pelo Instituto Paraná Pesquisas, registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o número BR-02853/2018.

Pesquisa Eleitoral - Data Poder 360 (abril/2018)

A pesquisa eleitoral para presidente mostra que no primeiro turno Jair Bolsonaro teria 22% das intenções de voto, seguido por Joaquim Barbosa com 16%.

CandidatoIntenções de Voto 
Jair Bolsonaro (PSL) 22%
Joaquim Barbosa (PSB) 16%
Ciro Gomes (PDT)8%
Marina Silva (REDE)8%
Fernando Haddad (PT)7%
Alvaro Dias (PODEMOS)6%
Geraldo Alckmin (PSDB) 6%
Branco/nulo17%
Não sabe/não respondeu8%

Simulação com 12 candidatos

Nesse cenário Jair Bolsonaro ficou com 20% das intenções de voto e Joaquim Barbosa ficou com 13%.

CandidatoIntenções de voto
Jair Bolsonaro (PSL) 20%
Joaquim Barbosa (PSB) 13%
Marina Silva (REDE)10%
Ciro Gomes (PDT)9%
Geraldo Alckmin (PSDB)8%
Alvaro Dias (PODEMOS)6%
Fernando Haddad (PT)4%
Manuela D`Ávila (PCdoB) 2%
Fernando Collor (PTC)1%
Guilherme Afif (PSD)1%
Guilherme Boulos (PSOL)1%
João Amoêdo1%
Branco/nulo17%
Não sabe/não respondeu8%

Na simulação de um cenário com 12 candidatos Jair Bolsonaro fica em primeiro com 20% das intenções de voto, seguido por Joaquim Barbosa com 13%.

A seguir aparece Marina Silva com 10%, Ciro Gomes com 9%, Geraldo Alckmin com 8% e Alvaro Dias com 6%. Fernando Haddad tem 4% e Manuela D`Ávila tem 2%. Fernando Collor, Guilherme Afif, Guilherme Boulos e João Amoêdo têm 1% cada.

17% dos eleitores respondeu que votaria em branco ou nulo e 8% dos entrevistados não soube responder.

Segundo turno

A pesquisa testou dois possíveis cenários de segundo turno.

Na disputa entre os candidatos Jair Bolsonaro e Geraldo Alckmin, Bolsonaro seria eleito com 41% dos votos e Alckmin ficaria com 18%. Os votos em branco ou nulo seriam 38% e os indecisos 3%.

Em um segundo turno disputado entre Joaquim Barbosa Jair Bolsonaro, Barbosa seria eleito com 37% da preferência dos eleitores e Bolsonaro teria 32% dos votos. 27% dos eleitores votaria em branco ou nulo e 4% não soube responder.

Dados da pesquisa

A pesquisa foi feita entre os dias 16 e 19 de abril de 2018. Foram entrevistadas 2000 pessoas em 278 cidades. A margem de erro considerada é de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Pesquisa realizada pela divisão de pesquisas de opinião Data Poder 360, registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o número BR-06596/2018.

Pesquisa Eleitoral - Datafolha (abril/2018)

A última pesquisa Datafolha para o cargo de presidente da República mostra que na intenção de voto dos eleitores no primeiro turno Lula teria 31%, seguido por Jair Bolsonaro com 15%. 

CandidatoIntenções de Voto 
Lula (PT)31%
Jair Bolsonaro (PSL) 15%
Marina Silva (REDE)10%
Joaquim Barbosa (PSB)8%
Geraldo Alckmin (PSDB)6%
Ciro Gomes (PDT)5%
Alvaro Dias (PODEMOS)3%
Manuela D`Ávila (PCdoB) 2%
Fernando Collor de Mello (PTC) 1%
Rodrigo Maia (DEM)1%
Henrique Meirelles (MDB)1%
Flávio Rocha (PRB)1%
João Amoêdo (NOVO)0%
Paulo Rabello de Castro (PSC)0%
Guilherme Boulos (PSOL)0%
Guilherme Afif Domingos (PSD)0%
Branco/nulo13%
Não sabe3%

Com Michel Temer concorrendo à reeleição

Neste cenário Lula fica com 30%, Jair Bolsonaro com 15% e Marina Silva com 10%. Joaquim Barbosa tem 8%, Geraldo Alckmin 6%, Ciro Gomes 5% e Alvaro Dias 3%. Manuela D`Ávila, Fernando Collor, Rodrigo Maia, Michel Temer, Flávio Rocha e Paulo Rabello de Castro têm 1% cada. Os outros candidatos não atingiram 1% das intenções. 14% dos eleitores disse que votaria branco ou nulo e 2% não sabem.

Sem Michel Temer, Henrique Meirelles, Rodrigo Maia e Flávio Rocha

Nessa simulação Lula teria 31%, Jair Bolsonaro 16% e Marina Silva 10%. Joaquim Barbosa ficaria com 8%, Geraldo Alckmin com 6% e Ciro Gomes com 5%. Alvaro Dias ficaria com 4% e Manuela D`Ávila com 2%. Fernando Collor e João Amoêdo teriam 1% cada. Outros candidatos não atingiram 1%. 13% dos eleitores disse que em votaria branco ou nulo e 2% não sabem.

Fernando Haddad no lugar de Lula, sem Michel Temer, com Henrique Meirelles

Neste cenário Jair Bolsonaro fica em primeiro com 17% e Marina Silva em segundo com 15%. Ciro Gomes e Joaquim Barbosa têm 9%, Geraldo Alckmin tem 7% e Alvaro Dias 5%. Manuela D`Ávila, Fernando Haddad e Fernando Collor têm 2% cada. Rodrigo Maia, Flávio Rocha, Henrique Meirelles e João Amoêdo têm 1%. Os outros candidatos não atingiram 1%, 23% dos eleitores disse que votaria branco ou nulo e 3% não sabe.

Sem Lula, com Michel Temer

Nessa simulação Jair Bolsonaro fica em primeiro com 17% e Marina Silva em segundo com 15%. Joaquim Barbosa e Ciro Gomes têm 9%, Geraldo Alckmin tem 7% e Alvaro Dias 4%. Manuela D`Ávila, Fernando Collor, Fernando Haddad e Michel Temer têm 2% cada. Rodrigo Maia, Flávio Rocha, João Amoêdo e Guilherme Boulos têm 1% cada um. Outros candidatos não atingiram 1% das intenções. 24% dos eleitores disse que votaria em branco ou nulo e 4% não soube responder.

Fernando Haddad no lugar de Lula, sem Michel Temer, Henrique Meirelles, Rodrigo Maia e Flávio Rocha

Na simulação deste cenário Jair Bolsonaro fica em primeiro com 17%, Marina Silva em segundo com 15% e Joaquim Barbosa com 10%. Ciro Gomes aparece em seguida com 9%, Geraldo Alckmin com 8% e Alvaro Dias com 5%. Manuela D`Ávila fica com 3% e Fernando Collor e Fernando Haddad com 2% cada. João Amoêdo, Guilherme Boulos e Paulo Rabello de Catro têm 1% cada um. Guilherme Afif Domingos não atingiu 1% das intenções. 23% dos eleitores disse que votaria branco ou nulo e 4% não soube responder.

Jaques Wagner no lugar de Lula, sem Michel Temer, com Henrique Meirelles

Neste cenário Jair Bolsonaro aparece com 17% e Marina Silva com 15%. Joaquim Barbosa e Ciro Gomes têm 9%, Geraldo Alckmin tem 8% e Alvaro Dias 4%. Manuela D`Ávila tem 3% e Fernando Collor têm 2%. Rodrigo Maia, Henrique Meirelles, Jaques Wagner, Flávio Rocha, João Amoêdo e Guilherme Boulos têm 1% cada. Outros candidatos não atingiram 1% das intenções de voto. 23% dos eleitores disse que votaria branco ou nulo e 4% não soube responder.

Jaques Wagner no lugar de Lula, com Michel Temer e sem Henrique Meirelles

Nessa simulação Jair Bolsonaro aparece com 17% e Marina Silva com 15%. Joaquim Barbosa e Ciro Gomes têm 9%, Geraldo Alckmin tem 7% e Alvaro Dias 4%. Manuela D`Ávila e Fernando Collor têm 2%. Rodrigo Maia, Michel Temer, Flávio Rocha, Jaques Wagner e João Amoêdo 1% cada. Outros candidatos não atingiram 1% das intenções. 23% dos eleitores votaria branco ou nulo e 3% não soube dizer.

Sem Lula e sem Michel Temer

Na simulação desse cenário Jair Bolsonaro fica 17%, Marina Silva com 16% e Joaquim Barbosa e Ciro Gomes com 9%. Geraldo Alckmin tem 8% e Alvaro Dias 4%. Manuela D`Ávila e Fernando Collor têm 2%. Flávio Rocha, Rodrigo Maia, Guilherme Boulos e João Amoêdo 1% cada. Outros candidatos não atingiram 1% das intenções. 23% dos eleitores votaria em branco ou nulo e 3% não sabe.

Segundo turno

Em um segundo turno entre Lula e Jair Bolsonaro, Lula seria eleito com 48% dos votos e Bolsonaro teria 31%. Os votos em branco ou nulos seriam 19% e os indecisos 1%.

Entre Lula e Alckmin, Lula seria eleito com 48% dos votos e Geraldo Alckmin ficaria com 27%. Votos em branco ou nulo seriam 23% e os indecisos seriam 1%.

Na disputa entre Lula e Marina Silva, Lula teria 46% dos votos e Marina teria 32%. Os brancos e nulos seriam 21% e os indecisos seriam 1%.

Em um segundo turno entre Jair Bolsonaro e Fernando Haddad, Bolsonaro venceria com 37% e Haddad ficaria com 26%. Os votos em branco ou nulo seriam 33% e os indecisos seriam 4%.

Entre Geraldo Alckmin e Fernando Haddad, Alckmin seria eleito com 37% dos votos e Haddad ficaria com 21%. 38% dos eleitores votaria em branco ou nulo e 3% não soube responder.

Entre Jair Bolsonaro e Jaques Wagner, Bolsonaro ganharia com 39% e Jaques Wagner ficaria com 23%. Os votos em branco ou nulo seriam 35% e os indecisos seriam 3%.

Na disputa entre Geraldo Alckmin e Jaques Wagner, Alckmin seria eleito com 41% dos votos e Jaques Wagner teria 17%. Votos em branco ou nulo seriam 39% e os nulos seriam 4%.

Em uma disputa entre Marina e Bolsonaro, Marina venceria com 44% dos votos e Bolsonaro teria 31%. 23% dos eleitores votaria em branco ou nulo e 2% não soube responder.

Entre Marina Silva e Geraldo Alckmin, Marina seria eleita com 44% e Alckmin teria 27% dos votos. 27% dos eleitores votaria em branco ou nulo e 2% não soube responder. 

Em um segundo turno entre Ciro Gomes e Jair Bolsonaro aconteceria um empate e os dois candidatos teriam 35% de votos. Os votos em branco ou nulo seriam 28% e os indecisos 3%.

Entre Ciro Gomes e Geraldo Alckmin haveria um empate e os dois candidatos teriam 32% de votos. Votos brancos ou nulos seriam 33% e os indecisos 3%.

Entre Geraldo Alckmin e Jair Bolsonaro, Alckmin teria 33% dos votos e Bolsonaro teria 32%. Os votos em branco ou nulos seriam 32 e 2% não soube responder.

Rejeição

A rejeição no primeiro turno mostra Michel Temer como o candidato mais rejeitado por 64% dos entrevistados. O segundo mais rejeitado é Fernando Collor com 41%, seguido por Lula com 36% e Jair Bolsonaro com 31%. A seguir aparece Geraldo Alckmin com 29%, Ciro Gomes com 23%, Marina Silva com 22% e Rodrigo Maia com 21%.

Fernando Haddad é rejeitado por 19% dos eleitores, Henrique Meirelles por 17%, Jaques Wagner por 15% e Alvaro Dias por 14%. Manuela D´Ávila, Flávio Rocha e Paulo Rabello de Castro não receberiam votos de 13% dos eleitores. Guilherme Afif Domingos, Guilherme Boulos, Joaquim Barbosa e João Amoêdo seriam rejeitados por 12% dos eleitores.

4% dos eleitores disse que não votaria em nenhum candidato, 2% votaria em qualquer um e 2% não soube responder.

Dados da pesquisa

A pesquisa foi realizada entre os dias 11 e 13 de abril de 2018. Foram feitas 4194 entrevistas em 227 cidades. A margem de erro considerada é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Pesquisa realizada pela Gerência de Pesquisas de Opinião do Datafolha, registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o número BR-08510/2018.

Pesquisa Eleitoral - MDA Pesquisa (março/2018)

A pesquisa feita para a disputa ao cargo de presidente mostra que na intenção de voto espontânea Lula teria 18,6%, seguido por Jair Bolsonaro com 12,3%.

CandidatoIntenções de Voto 
Lula (PT)18,6%
Jair Bolsonaro (PSC)12,3%
Ciro Gomes (PDT)1,7%
Geraldo Alckmin (PSDB)1,4%
Alvaro Dias (PODEMOS)1,2%
Marina Silva (REDE)1,2%
Michel Temer (MDB)0,4%
Outros3,1%
Branco/nulo20,4%
Indecisos39,7%

Pesquisa estimulada

Na pesquisa em que os nomes dos candidatos são mostrados aos eleitores o resultado é o seguinte:

Lula fica em primeiro com 33,4% e Bolsonaro com 16,8%. Marina Silva aparece a seguir com 7,8%, Geraldo Alckmin com 6,4%, Ciro Gomes com 4,3%, Alvaro Dias com 3,3% e Fernando Collor com 1,2%. Michel Temer ficaria com 0,9%, Manuela D`Ávila com 0,7% e Rodrigo Maia com 0,6%. 18,2% dos eleitores votariam em branco ou nulo e 6,4% não saberiam em quem votar.

Fernando Haddad no lugar de Lula

Neste cenário Bolsonaro fica em primeiro com 20%, seguido por Marina 12,8%. Geraldo Alckmin aparece em terceiro com 8,6% e Ciro Gomes com 8,1%. Em seguida Alvaro Dias com 4%, Fernando Haddad com 2,3%, Fernando Collor com 2,1% e Manuela D´Ávila e Michel Temer com 1,3% cada. Rodrigo Maia ficou com 0,8%. 28,2% dos eleitores votaria em branco ou nulo e 10,5% não sabe em quem votar.

Sem Lula e sem Michel Temer

Nesta simulação Jair Bolsonaro fica em primeiro com 20,2% das intenções de voto, seguido de Marina Silva com 13,4%. A seguir aparecem Geraldo Alckmin com 8,7% e Ciro Gomes com 8,1%. Alvaro Dias tem 4,1%, Fernando Haddad 2,4%, Fernando Collor 2,2% e Manuela D´Ávila 1,4%. Rodrigo Maia ficou com 1% das intenções de voto. 28,4% dos eleitores votaria em branco ou nulo e 10,1% não sabe em quem votar.

Sem Lula e Geraldo Alckmin, com Michel Temer

Nesse cenário Bolsonaro fica em primeiro com 20,9%, seguido de Marina Silva com 13,9%. A seguir aparece Ciro Gomes com 9% e Alvaro Dias com 4,7%. Fernando Haddad ficou 2,9%, Fernando Collor 2,1% e Manuela D´Ávila 1,7%. Rodrigo Maia teve 1,4% das intenções de voto e Michel Temer 1,3%. 30,5% dos eleitores votaria em branco ou nulo e 11,6% está indeciso.

Segundo turno

Em um segundo turno entre Lula e Alckmin, Lula seria eleito com 44,5% dos votos e Geraldo Alckmin teria 22,5%. Os votos em branco ou nulo seriam 28,5% e os indecisos seriam 4,5%.

Em um segundo turno entre Lula e Bolsonaro, Lula teria 44,1% dos votos e Bolsonaro teria 25,8%. 26% dos eleitores votaria em branco ou nulo e 4,1% não saberia em quem votar.

Na disputa entre Bolsonaro Alckmin, Bolsonaro seria eleito com 26,7% e Alckmin ficaria com 24,3% dos votos. 41,6% dos eleitores votaria em branco ou nulo e 7,4% não soube responder.

Em um segundo turno entre Lula e Marina Silva, Lula teria 43,8% dos votos e Marina ficaria 20,3%. Os brancos e nulos seriam 31,8% e os indecisos seriam 4,1%.

Entre Marina e Geraldo Alckmin, Marina seria eleita com 26,3% dos votos e Alckmin ficaria com 24,6%. 42,5% dos eleitores votaria em branco ou nulo e 6,6% não sabe em quem votaria.

Em uma disputa entre Bolsonaro e Marina, Bolsonaro venceria com 27,7% e Marina ficaria com 26,6%. 39% dos eleitores votaria em branco ou nulo e 6,7% não sabe.

Entre Alckmin e Temer, Alckmin venceria com 36,6% e Temer teria 3,8%. 52% dos eleitores votaria em branco ou nulo e 7,6% ficariam indecisos.

Entre Jair Bolsonaro e Michel Temer, Bolsonaro seria eleito com 36% e Temer teria 5,7% dos votos. 50,2% votaria em branco ou nulo e 8,1% não soube responder.

Na disputa entre Lula e Temer, Lula teria 47,5% dos votos e Temer teria 6,8%. 40,7% dos eleitores votaria em branco ou nulo e 5% não saberia em quem votar.

Em um segundo turno entre Marina Silva e Michel Temer, Marina seria eleita com 36,8% dos votos e Temer teria 5,3%. 51,1% dos eleitores votaria em branco ou nulo e 6,8% não soube responder.

Entre Geraldo Alckmin e Rodrigo Maia, Alckmin seria eleito com 32,2% dos votos e Rodrigo Maia ficaria com 6,5%. 52,8% dos eleitores votaria em branco ou nulo e 8,5% não saberia em quem votar.

Entre Jair Bolsonaro e Rodrigo Maia, Bolsonaro ficaria com 32,2% e Rodrigo Maia com 9,4%. 49,6% votaria em branco ou nulo e 8,8% dos eleitores não soube responder.

Na disputa entre Lula e Rodrigo Maia, Lula teria 46,7% dos votos e Rodrigo Maia teria 9,8%. 38,4% dos eleitores votaria em branco ou nulo e 5,1% não sabe.

Entre Marina Silva e Rodrigo Maia, Marina seria eleita com 34,5% e Rodrigo Maia teria 7,3% dos votos. 51% dos eleitores votaria em branco ou nulo e 7,2% não soube responder. 

Rejeição

A taxa de rejeição mostra Michel Temer como candidato rejeitado por 88% dos eleitores. O segundo mais rejeitado é Rodrigo Maia com 55,8%, seguido por Marina Silva com 53,9%.  Geraldo Alckmin seria rejeitado por 50,7% dos eleitores, Jair Bolsonaro por 50,4%, Ciro Gomes por 47,8% e Lula por 46,7% dos eleitores.

Dados da pesquisa

A pesquisa foi realizada entre os dias 28 de fevereiro e 03 de março de 2018. Foram feitas 2002 entrevistas em 137 cidades. A margem de erro considerada é de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos, com 95% de confiança.

Pesquisa realizada pelo Instituto MDA Pesquisa, registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o número BR-06600/2018.

Pesquisa Eleitoral - Datafolha (janeiro/2018)

A última pesquisa eleitoral feita pelo Datafolha para a disputa presidencial de 2018 mostra Lula com 37% das intenções de voto, seguido por Jair Bolsonaro com 16%.

CandidatoIntenções de Voto 
Lula (PT)37%
Jair Bolsonaro (PSC)16%
Geraldo Alckmin (PSDB)7%
Ciro Gomes (PDT)7%
Joaquim Barbosa (sem partido)5%
Alvaro Dias (PODEMOS)4%
Fernando Collor (PTC)2%
Manuela D`Ávila (PCdoB)1%
Paulo Rabello de Castro (PSC)1%
João Amoêdo (NOVO)1%
Guilherme Boulos (sem partido)0%
Branco/nulo17%
Não sabe3%

Sem Lula e com Marina Silva

Candidato Intenções de Voto 
Jair Bolsonaro (PSC)20%
Marina Silva (REDE)16%
Ciro Gomes (PDT)12%
Alvaro Dias (PODEMOS)6%
João Doria (PSDB)5%
Fernando Collor (PTC)3%
Manuela D´Ávila (PCdoB)2%
Jaques Wagner (PT)2%
João Amoêdo (NOVO)1%
Paulo Rabello de Castro (PSC)1%
Guilherme Boulos (sem partido)0%
Branco/nulo28%
Não sabe4%

Neste cenário Bolsonaro fica em primeiro com 20% das intenções de voto, seguido por Marina Silva com 16%.

A seguir aparece Ciro Gomes com 12%, Alvaro Dias com 6%, João Doria com 5% e Fernando Collor com 3%. Manuela D´Ávila e Jaques Wagner ficam com 2% e João Amoêdo e Paulo Rabello de Castro com 1%. Guilherme Boulos atingiu menos de 1%.

Nessa situação 28% dos eleitores votaria em branco ou nulo e 4% não sabe em quem votar.

Sem Marina Silva, Luciano Huck, João Doria e Joaquim Barbosa

Nesta simulação Lula tem 36% das intenções de voto, seguido de Bolsonaro com 18% das intenções. A seguir aparecem Geraldo Alckmin e Ciro Gomes com 7% cada um. Alvaro Dias tem 4%, Manuela D´Ávila e Fernando Collor 2%. Henrique Meirelles, Paulo Rabello de Castro e João Amoêdo ficam com 1% das intenções. Guilherme Boulos não atingiu 1%. 19% dos eleitores votaria em branco ou nulo e 3% não soube responder.

Com Marina Silva e Luciano Huck e sem João Doria e Joaquim Barbosa

Nesta simulação Lula tem 34% das intenções e Bolsonaro tem 16%. Marina aparece com 8%, seguida por Luciano Huck, Geraldo Alckmin e Ciro Gomes com 6%. Alvaro Dias tem 3% e Fernando Collor, Paulo Rabello de Castro, Manuela D´Ávila, João Amoêdo e Henrique Meirelles têm 1% cada. Guilherme Boulos teve  menos de 1%. 14% dos eleitores votaria em branco ou nulo e 2% não sabe.

Com João Doria

Neste cenário Lula fica com 35% e Bolsonaro com 17%. Em seguida aparece Marina Silva com 10%, Ciro Gomes com 7% e João Doria e Alvaro Dias com 4% cada um. Fernando Collor ficou com 2% e Manuela D´Ávila, João Amoêdo e Paulo Rabello de Castro ficaram com 1% cada um. Guilherme Boulos não pontuou nesse cenário. 16% dos eleitores votaria em branco ou nulo e 2% não soube responder.

Sem Lula e Marina Silva e com Joaquim Barbosa

Nesta simulação Bolsonaro aparece em primeiro com 19%, seguido por Ciro Gomes com 12% e Geraldo Alckmin com 11%. Em seguid