Presidente Governador Senador Deputado Federal Deputado Estadual

Qual a diferença entre Eleições Majoritárias e Proporcionais?


As eleições majoritárias e proporcionais são duas modalidades de voto no Brasil. As principais diferenças entre esses dois tipos são os cargos disputados em cada uma e os sistemas usados para eleger os candidatos.

Sistema majoritário

O sistema eleitoral majoritário é usado para eleger presidente, governadores, prefeitos e senadores. Nesse sistema é eleito o candidato que obtiver a maioria dos votos válidos. 

Presidente, governadores e prefeitos

Para estes cargos é considerado eleito quem atingir a maioria absoluta dos votos válidos (50% dos votos válidos + 1). Caso isso não aconteça no primeiro turno é feita uma votação de segundo turno entre os dois candidatos mais votados.

A maioria absoluta é importante porque dá mais representatividade ao candidato eleito, ou seja, representa a escolha feita pela maioria dos eleitores.

Senadores

Já no cargo de senador são eleitos os candidatos que tiverem a maioria simples dos votos apurados. Nesse caso não existe segundo turno de votação.

Sistema proporcional

O  sistema proporcional é usado na eleição dos deputados estaduais ou distritais, federais e vereadores. Enquanto no sistema majoritário o eleitor vota apenas no candidato, nas eleições proporcionais é possível votar em candidatos "isolados" ou em coligações partidárias.

No sistema proporcional do Brasil é adotado o sistema de lista aberta, que reúne e contabiliza os votos dos candidatos de cada partido. Depois disso são formadas listas partidárias, com os candidatos ordenados por quantidade de votos recebidos.

As vagas atribuídas a cada partido são calculadas proporcionalmente de acordo com a soma dos votos em todos os seus candidatos. 

Para saber mais detalhes veja como funciona o sistema proporcional

Veja também